Agende uma Visita Sala de Imprensa Webmail MAGOS REDE Currículo - Estágio Concurso SAAE-VR 2017

Notícias


Programa ‘Rede de esgoto não é lixeira’ visa conscientizar a população no descarte correto do lixo.

A equipe do Saae-VR (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda), formado por fiscais e técnicos da empresa, esteve na semana passada, na Rua Rui Barbosa, no bairro Eucaliptal, para campanha de conscientização sobre o uso correto da rede de esgoto, que faz parte do programa “Rede de esgoto não é lixeira”.

A técnica da autarquia, Jane Soares, explicou que os principais responsáveis por obstruções nas tubulações de esgoto são: óleo de cozinha, fios de cabelo, cotonetes, bitucas de cigarros, absorventes e preservativos.

“Noventa e sete por cento dos entupimentos nas redes de esgoto são causados pelo mau uso da rede, que faz com que ocorra vazamento de esgoto na rua ou retorno de esgoto na casa dos usuários. Para evitar transtornos, devemos jogar lixo na lixeira, não no vaso sanitário ou pia”, alertou a técnica.

O sistema de esgotamento sanitário de Volta Redonda é separador absoluto. A rede é projetada e construída para transportar exclusivamente despejos de esgoto doméstico. As águas pluviais (chuva) são coletadas e transportadas por outro sistema, totalmente independente.

Segundo os fiscais Cláudio Figueredo e André Silva, outro motivo de comprometimento da rede de esgoto é fazer a ligação de água de chuva na rede de esgoto.

“A água de chuva e a água utilizada na limpeza de calçadas e quintais devem ir para a rede de água pluvial que apresenta um diâmetro maior para suportar essa vazão. O despejo das águas de chuvas na rede de esgoto é proibido por lei”, destacou os fiscais.

A realização da campanha de conscientização dos moradores do local visa instruir quanto aos prejuízos causados pelo lançamento indevido de água pluvial e lixo na rede de esgoto. Aproximando mais o Saae-VR das pessoas, informando e tirando dúvidas, para melhor servir a população de Volta Redonda.